jusbrasil.com.br
18 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Secretaria de Educação convoca 43 professores concursados

    O governador em exercício, Paulo Octávio, assinou decreto nesta terça-feira (6), convocando 43 novos professores concursados para tomarem posse nos próximos dias e estarem em sala de aula no dia 9 de fevereiro, início do ano letivo de 2009. Anteriormente, a Secretaria de Educação (SEDF) empossou outros 229 concursados, totalizando, assim, 272 novos educadores em sala de aula.

    Os novos 43 professores prestaram concurso público em 11 de dezembro de 2004 e estão sendo chamados agora, quando expirava o prazo para as contratações. São professores de Biologia, Espanhol, Artes Plásticas e Filosofia.

    A referida nomeação será para suprir carências definitivas, ou seja, vagas derivadas de aposentadorias, exonerações e demissões na rede pública de ensino, considerando, ainda, a construção de 22 escolas novas e a ampliação de 12 outras em todas as Diretorias Regionais de Ensino.

    A convocação desses 43 professores terá um custo mensal de R$ 158.340,00 e anual de R$ 2.058.420,00 (com 13º salário) na folha da SEDF.

    Mais convocações

    A Secretaria de Educação está avaliando, ainda, a necessidade real da rede pública de ensino para este ano, quando poderão ser chamados também professores concursados e aprovados em 2006 e em 2008.

    Para suprir as reais necessidades da rede pública de ensino em 2009, a Secretaria de Educação deu posse no fim do ano a 229 outros professores concursados e vai dispor, ainda, de um banco com 6 mil professores temporários, além de apertar o cerco na fiscalização das licenças médicas. Só em 2008, a SEDF gastou mais de R$ 13 milhões com a concessão de licenças para tratamento de saúde.

    Além do aumento do número de professores a Secretaria de Educação está realizando obras na rede pública de ensino do Distrito Federal. A cidade ganhará, este ano, 29 novas escolas e 12 outras passarão por ampla reforma. Com isso, 610 novas salas de aula serão integradas ao sistema educacional, representando 46.628 novas vagas para estudantes na rede pública de ensino.

    As novas unidades de ensino serão implantadas nas áreas mais carentes, como Estrutural, Recanto das Emas, Riacho Fundo 2, São Sebastião, Santa Maria, Samambaia, Arapoanga e Itapoã, entre outras.

    Além disso, a SEDF realiza ações como a promoção de uma campanha de valorização do ensino público infantil no Plano Piloto para preencher o número de vagas existentes nos jardins de infância e dotar todas as 620 escolas públicas de pedagogo, orientador educacional e psicólogo como forma de reduzir a violência, entre outras.

    Agência de Comunicação - Com informações da Secretaria de Educação

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)